Indo pra Cozinha entrevista

8

25 de novembro de 2010 por Felipe Tavares

Inspirado pelo maravilhoso Quiz do blog da chef Carla Pernambuco, resolvi criar um espaço aqui no Indo pra Cozinha para entrevistar alguns chefs de cozinha. Ainda é uma ideia que está brotando na minha cabeça, mas que espero dar continuidade.
 
E não poderia começar de uma maneira melhor, a primeira entrevista é com um dos meus chefs no Ristorante L’Astigiano. Pessoa super simples e especial que tem me ensinado muito e faz questão de compartilhar toda sua experiência.

 

 
Nélio Eustáquio Rezende, 30 anos, formado no curso de Cozinheiro pelo Senac BH em 2005.
Já teve passagem pelos restaurantes O Dádiva e Tizé Bar e Butequim.
Atualmente é chef de cozinha do Automóvel Clube(manhã), onde trabalha há mais de 10 anos e do Ristorante L’Astigiano(noite)
 
Como e quando começou sua paixão pela gastronomia? 

 

Em 1999 para 2000. Fui convidado por um amigo a conhecer uma cozinha comercial e nunca mais saí.

 

Quais são suas referências na cozinha?

 

Todos aqueles que trabalham por amor à profissão e não são mercenários.

 

Qual o melhor prato já degustado? 
Frango caipira com angu de banana verde.
 
E o melhor que você já fez? 
Aqueles em que eu não medi esforços para preparar.
 
Ferran Adriá ou Thomas Keller? Ou seja, rupturas ou tradição na cozinha? 

 

A tradição me agrada muito e é minha base. Algumas técnicas e receitas nunca vão mudar, mas renovar sempre é bom.

 

O que não pode faltar em uma cozinha? 

 

Disposição, curiosidade, agilidade e autoconfiança.

 

E na sua geladeira? 

 

Doces, para consumo próprio. rs 

 

A cena gastronômica em BH tem crescido muito, já figuramos entre os melhores do Brasil? 

 

Sim. Belo Horizonte hoje é referência gastronômica no cenário nacional, sem dúvidas.

 

Quando a cozinha se torna um ambiente chato e estressante? 

 

Quando prevalecem os interesses próprios e não os coletivos. Quando equipe vira “euquipe”.

 

O que te emociona na cozinha?

 

As pessoas que nela trabalham.

 

E o que te decepciona?

 

Todos aqueles que esquecem de si, e se entregam a um objetivo de agradar quem vai degustar.

 

Entremetier*, saucier, rotisseur ou patissier. Qual a sua praça predileta numa cozinha? 

 

Já trabalhei em todas, mas rotisseur e saucier eu domino mais. 

 

Quais os próximos planos? 

 

Ensinar as pessoas a amarem a cozinha e fazer delas parte de sua vida e não uma obrigação. Mostrar que todos podem cozinhar, só depende de você. Além disso, fazer as pessoas verem a gastronomia como uma área quase vital e não apenas lucrativa.

 

Grande parte dos leitores do Indo pra cozinha, são pessoas que estão pensando em trocar de carreira ou começando uma nova vida na cozinha. Qual conselho você dá a elas? 
Meu conselho é o segredo da cozinha: não desistir. Em outras profissões às vezes seu mau humor ou suas preocupações não atrapalham tanto. Mas na cozinha seu estado de espírito é o toque final do seu prato. Cozinhar profissionalmente é muito mais que uma “comidinha” de final de semana, tem que gostar de verdade, caso contrário continue onde está. 

 

*Entremetier: acompanhamentos/guarnições
Saucier: molhos
Rotisseur: carnes
Patissier: confeitaria

Abraços de entrevistador,
 
Felipe Tavares
Anúncios

8 pensamentos sobre “Indo pra Cozinha entrevista

  1. Anonymous disse:

    FELIPE, fico realmente sem palavras diante de tamanha admiração,e que realmente vc tem um deferencial na cozinha ,vc tem humildadde pra perguntar e dispocisão pra aprender,como digo cozinhar vc sabe,e eu quero que saiba que eu sou apenas um espelho reflito aquelo que vejo.sucesso meu mais novo amigo.nelio eustaquio

  2. Aline disse:

    Felipe, parabéns pelo BLOG, pela coragem de mudar o rumo da tua vida… apesar de ter alguns anos a mais que tu, e amar a minha formação, também penso em mudar de área…Nunca é tarde, essa é a verdade!!!Sucesso e Paz!!!

  3. Nélio,Obrigado pelo carinho e pela paciência que vc tem comigo diariamente!kkk Pessoas como vc, tornam essa minha jornada de aprendizado mto mais fácil e prazerosa!Grande abraço,

  4. Aline,Isso é verdade, nunca é tarde para fazermos aquilo que amamos!Obrigado pela visita e pelo comentário!Abs

  5. FACAS JEBONG disse:

    Parabéns pela iniciativa.Cozinhar é uma arte e todo artista merece ser reconhecido.Desculpe o atrevimento, mais uma dica, qdo entrevistar, se possivel, pega umas receitinhas pra gente.Como esse frango caipira com angu de bananas verdes, eu gostaria de experimentar, fiquei com agua na boca.Um abraço.

  6. OLHA FILIPE ,É BOM TRABALHAR COMVC REALMENTRE DEUS NÃO SE CANSA DE ME SURPREENDER COM PESSOAS COMO VC SINTO ME ,PREVILEGIADO .VALEU PARCEIRO

  7. Anonymous disse:

    Oi Lipe,Que entrevista mais linda e gostosa de ler. Quero muito conhecer esse grande parceiro que muito lhe tem ajudado.Mando um abraço especial para o Nélio e pelo amor que ele dedica a tudo que faz.Te admiro muito filho.BeijosMamãe

  8. Anonymous disse:

    nossa nélio nem te conheço pessoalmente mas te acho o máximo,vc está de parábens,te desejo toda sorte do mundo vc mereçe.bjossssssss nat!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Receba as atualizações do Indo pra Cozinha por e-mail

Junte-se a 312 outros seguidores

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: