Confraria Sincero, vista por outros olhos

2

7 de junho de 2011 por Felipe Tavares

Você lembra quando eu falei do último encontro da Confraria e que eu tinha feito uma “proposta indecente” para a Marina Albano escrever sobre o encontro? “Pois então”. Ela publicou o texto no blog dela o Há Controvérsias na última semana. Eu fui lá, copiei e agora vou publicá-lo aqui, ela deixou viu?!rs 

Como ela mesma me disse, não é um texto jornalístico, afinal ela estava no encontro não como uma jornalista, mas uma convidada VIP!

Um dia de Confraria

Há cerca de 2 meses realizei uma matéria cuja a pauta era sobre confrarias gastronômicas. Fiz algumas pesquisas e cheguei ao Felipe Tavares, que juntamente com alguns amigos admiradores e advindos da cozinha estavam montando sua Confraria. Fiz a matéria e um tempo depois após algumas mensagens, surgiu o convite para conhecer de perto a Confraria Sincero. Infelizmente, não pude comparecer e atender ao primeiro convite. Mas, logo surgiu o segundo e aceitei prontamente. Seria em um domingo, a partir das 11hs na casa do Felipe. Acordei bem cedo, afinal, moro longe e teria atravessar meio mundo para chegar até lá. No caminho, fiquei pensando como seria, se ficaria deslocada (não conhecia ninguém. Apenas o Felipe por fotos, mensagens e emails) ou se causaria algum tipo de estranhamento por ser jornalista . Em seguida, surgiram as dúvidas gastronômicas… O que comeríamos? Eu deveria levar um vinho, algumas cervejas? Seria um encontro de amigos ou seria como vejo em revistas (aquelas confraternizações requintadas e cheia de regras). Nesse momento pensei: estou vestida adequadamente? (coisa de mulher). Rs

Cheguei juntamente com outro convidado, o Victor Aguiar, que como eu, também era a sua primeira vez. Fomos recebidos pelo Felipe e fomos levados direto pra ela: a cozinha. Entre algumas cervejas, aguardávamos a chegada dos outros membros. Nas conversas, o assunto principal era: COMIDA. Falamos dos grandes chef’s, dos restaurantes visitados e dos pratos já experimentados. Uma forte troca de experiências e desejos gastronômicos. Após a chegada de todos os membros, colocamos a mão na massa, ou melhor: o Nélio e o Felipe colocaram a mão na massa. Afinal, o cardápio era do Felipe, mas, como toda boa equipe todo mundo ajudava na hora de limpar ou na hora de picar algum alimento.

Em um momento o Douglas me perguntou: “Era isso que você esperava?”. Foi uma pergunta inesperada, principalmente por sua preocupação em relação as minhas expectativas. Realmente, não tinha parado pra pensar em como seria. Estava ansiosa e certa de que seria uma boa experiência. Pensava apenas que estaria no meio de cozinheiros e estudiosos de gastronomia e eu seria apenas uma admiradora da arte da cozinha com poucas experiências e várias queimaduras. Rs. Confesso que torcia para que eles não resolvessem testar os meus dotes culinários e consegui passar ilesa.

Mas, vamos ao que interessa: o menu. De entrada o delicioso Tapenade (azeitonas pretas e verdes, alcaparras, azeite, limão, alho e ervas) com focaccia de ervas frescas e cebola roxa (que não deu muito certo. rs). Prato principal: Codorna ao molho de uvas verdes (Nunca tinha experimentado a codorna que estava ótima e o molho… Hum) com batata ao alecrim e sal grosso (nem preciso dizer NE?).Sobremesa: Panna cotta com calda de morango (simples e delicioso… e a calda feita pelo estreante Victor Aguiar no tom amendoado não é Felipe?).

Resumo da ópera: Um dia de domingo maravilhoso! E ainda por cima dia de clássico. Éramos dez pessoas e somente eu de cruzeirense. Sai vitoriosa em todos os sentidos. Passei um dia com pessoas de diferentes lugares e experiências que tem em comum a admiração pela boa comida e que encontra na cozinha o prazer de viver bem. Agradeço imensamente ao Felipe e que possamos continuar essa amizade gastronômica!

Marina,

Já te falei isso, mas não custa falar de novo. Adorei sua participação no nosso encontro e seu texto! Você brilhou, merece até uma estrelhinha! (rs)

Muito bom saber que em apenas um dia conosco, você coseguiu perceber o clima tão bacana da nossa Confraria!
E você, ficou com água na boca de novo? (rs) 
Abraços recompensados,
Felipe Tavares

Anúncios

2 pensamentos sobre “Confraria Sincero, vista por outros olhos

  1. Rafaella disse:

    Felipe, sou a dona do "Patê de Siriguela", outro blog que está concorrendo ao Destaque no Blogs de Culinária. Passei pra conhecer seu blog, e agora também pra dizer que é uma honra "concorrer" com blogs e profissionais como você. Seu blog é muito bacana e pelo visto vc respira culinária! Parabéns!

  2. Rafaella,Nossa, muito obrigado, fico até sem graça…Mto bacana receber um comentário assim!Obrigado de verdade!bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Receba as atualizações do Indo pra Cozinha por e-mail

Junte-se a 312 outros seguidores

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: