Mudando de profissão ou de vida?

2

29 de setembro de 2011 por Felipe Tavares

Como já comentei algumas vezes, recebo semanalmente pelo menos uma dezena de e-mails de pessoas que querem largar a profissão para irem para a cozinha ou que querem ingressar nessa nossa vida maluca.

Acho ótimo receber estes e-mails, mas fico tenso ao respondê-los (e respondo todos!) e aconselhar as pessoas para largarem tudo e irem atrás dos seus sonhos! Não quer dizer que se deu certo comigo dará certo com outras pessoas. Cada um tem uma perspectiva, uma experiência diferente e um prazo para que as coisa deem certo. E conselho é aquela velha história, se fosse bom…

Além de tudo que eu falei e falo aqui(no final deste texto coloquei mais alguns textos) é importante saber que você não está mudando “só” de carreira. Uma mudança desta, muda toda a sua vida. Tá, eu sei que eu sou meio exagerado e dramático como você já está cansado de saber pelos meus textos. Mas é um pouco verdade.

Outro dia conversando com uma colega de profissão, ela comentou como é estranho participar de happy hours que começam às 1h da manhã e terminam às 3h, 4h e às vezes até mais tarde que isto. Depende da vibe! =)))

Junte à isso, sua ausência em compromissos sociais “normais” que acontecem aos finais de semana, feriados ou se você trabalha à noite como eu, todas as festinhas, casamentos, reuniões de amigos e etc. Eu só chego depois das 1h, 2h e olhe lá se chego. Nada pior você chegar todo “elétrico” depois de um dia de trabalho, querendo curtir a noite e todo mundo já está bêbado, com sono e só tem sobras no fogão e no freezer. Vida à dois “normal” com programinhas normais? What is this?

Depois de um tempo, você verá que seu círculo de amizade mudará, você se afastará de alguns parentes, aproximará de outros, vai perceber que você nunca teve tanto sono na vida, como seus joelhos e pernas são importantes, como sua mão e braços eram mais bonitos antes de terem tantas queimaduras e cortes, como uma cozinha é quente, como o trabalho é muitas vezes cansativo e estressante, como um cliente pode ser um mega FDP… Mas também vai conhecer pessoas super interessantes, vai ver como tem muitas pessoas que saem em plena segunda-feira, bares e baladas que nunca fecham, como é bom não ter que acordar bem cedinho, ou ver que o horário de verão não muda em nada na sua vida! 

Isto não é só para quem trabalha à noite. Durante o dia algumas variáveis mudam, mas o resultado é sempre o mesmo. Você verá que trabalhar com ressaca/noite mal dormida numa cozinha é horroroso, que depois de largar uma cozinha às 16h, 17h, você estará morto e às 20h você sonha com sua cama e vem de novo os finais de semana, os feriados, almoços de família, clubes, sítios e churrascos que você nunca irá participar :0 Só quem trabalhou todos os finais de semana e feriados de pelo menos um ano ou dois, sabe como isto é desgastante.

Não, não quero desanimar você, tem muita coisa boa nisto tudo. Eu não troco a vida que eu tenho hoje para voltar para um escritório das 8h às 18h, com ar-condicionado e todos meus feriados garantidos. Viver numa cozinha para QUEM REALMENTE GOSTA, é algo viciante. Nos acostumamos e vibramos com uma sexta-feira com a casa lotada, testando um novo prato, criando receitas, lançando um novo cardápio, vendo sua receita num jornal ou revista ou lendo uma crítica positiva do restaurante e mostrando para todos: Ó, eu trabalho aqui! Sem contar a amizade que você irá fazer com seus colegas de trabalho, afinal vocês estarão juntos todos os dias e conviverá mais com eles do que com qualquer outra pessoa.

Quero que você pense bastante nisto tudo que eu falei antes de tomar qualquer decisão, converse com outras pessoas que já trabalham na área, pesquise, visite blogs, compre livros(Cozinha Confidencial, A alma de um Chef, Brincando com fogo, Cartas a um jovem chef, só para citar alguns) faça estágios voluntários em restaurantes(sempre precisamos de pessoas dedicadas e apaixonadas pelo que fazem) para ver com uma cozinha funciona por dentro e como nossa vida é. E me faça um favor, esqueça o chef bonitinho da novela da Globo que todo mundo está falando no momento, e seja muito crítico com os programas de culinária que existem por aí, tem muito charlatão por aí falando que é chef, sem nunca ter colocado os pés numa cozinha. Chef é um cargo, somos todos cozinheiros!

E se depois disto tudo ainda restou alguma dúvida, fique à vontade para me mandar e-mails, não sou o dono da verdade, mas terei um imenso prazer em explicar como tudo funciona, sem nenhuma firula.

Abraços de cozinheiro,

Felipe Tavares

Textos que já escrevi sobre este assunto e que podem te ajudar:

Vida de cozinheiro
Enquanto você dormia
Cozinha é dedicação
Desabafos de um cozinheiro
Você também está indo pra cozinha?
Coisas que ninguém te(me) avisou
Anúncios

2 pensamentos sobre “Mudando de profissão ou de vida?

  1. Sandrinha disse:

    Felipe… mandei meu email pra vc antes de ler este post, mas não mudaria nada do que escrevi sabe?…E acho melhor eu parar de ler seu blog por hj que estou sensível e não páro de chorar…!Quero muito um dia contar também minha história…BjsssssssSandrinha

  2. Sandrinha,Vi o outro comentário que vc deixou, mas não recebi seu e-mail…Fiquei curioso com sua história! bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Receba as atualizações do Indo pra Cozinha por e-mail

Junte-se a 310 outros seguidores

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: