Vieiras, de novo!

Deixe um comentário

16 de julho de 2012 por Felipe Tavares

Não sei o motivo ao certo, mas o post que fiz sobre vieiras – Sonhos culinários, é o texto mais acessado de toda a história do Indo pra Cozinha. Tem noção disto? :-/ Veja na barra lateral os outros textos que também estão no topo.
 
Ou é muita gente querendo saber o que são as vieiras e buscam no Google e vem para cá ou então a vieira está se tornando o ingrediente mais consumido e admirado do momento =) Será que vou viver para num futuro (bem próximo pelo amor de Deus) encontrar vieiras com mais facilidade e a um preço mais acessível?
 
Chocado com esta informação sobre este ingrediente mais lindo e maravilhoso (Vieira, se também estiver lendo isto, bjo grande e me liga!) pensei: preciso falar mais de vieiras no blog. Pesquisa vai, pesquisa vem, achei uma receita fodástica no livro Paixão pelo Sabor  do Gordon Ramsay. 
 
É o seguinte, quando você vai comprar vieiras, você as encontra com o coral ou limpa:
 
Com coral
Limpas. Jura, nem percebi! rs
Fotos: Kapaq Importação e Exportação

O preço da vieira com coral é quase a metade da vieira limpa, acredita? Lembro que uma vez recebi um pacote de sei lá quantos quilos de vieiras e assustei com o preço, pois estava muito barato, na hora mandei de volta e pedi as limpas. Ai como eu era burro, dá zero pra ele!

É aí que entra a receita do Gordon estressadinho Ramsay. Uma receita com o coral da vieira. Nigga what? Nunca tinha ouvido falar de algo parecido na vida!

Vamos lá: Com todo cuidado do mundo, separe os corais das vieiras. Cuidado para não estragá-las, senão Deus te castiga e o Coisa Ruim puxa seu pé à noite.

Corte cada coral pela metade e retire toda sujeira com água corrente, como se fosse um mexilhão. Coloque-os em uma assadeira forrada com papel aderente. Ajuste o forno na temperatura mais baixa possível – 80 a 100 C.

Deixe no forno até que fiquem rosa-escuro e bem frágeis. É isto mesmo, mais frágeis que eles já são. Eles devem estar quebradiços quando prontos. Confira quantas vezes forem necessárias, pois para dar este ponto vai depender do seu forno.

Triture os corais, um por um, até obter um pó fino. Vale socador, martelo, só num vale perder nenhuma grama. E pronto, guarde este pó (Oi?) em um pote bem fechado.

Porra, Felipe! Quê que eu vou fazer com este pó que me deu um trabalho desgraçado? Simples, agora você tem pó de coral de vieira! Hum…E o que faço com isto? Use como um condimento para temperar pratos (risotos, massas, saladas…) que levam vieiras ou frutos do mar! Ah, quando for grelhar as vieiras, dá para empaná-las neste pó. Fala que num é lindo e inédito? Gordon, até que você não é só insuportável, tenho que admitir que você tem a manha!

Abraços corais,

Felipe Tavares

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Receba as atualizações do Indo pra Cozinha por e-mail

Junte-se a 312 outros seguidores

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: