Dia de boi

8

19 de junho de 2013 por Felipe Tavares

Todo mundo sabe que a carne suína (ou seria o bacon?) virou a queridinha dos chefs e cozinheiros por este Brasil. Todo mundo só quer cozinhar com carne suína, só quer tirar foto com os porquinhos e só quer pirar nela #OsChefsPiram

Eu adoro porco, tanto que já até fiz esse post dedicado à ela. Maaasss…

Não podemos viver só desta carne (Não?) e muito menos esquecer da carne bovina.

Carne bovina todo mundo conhece e é fácil de encontrar por aí, mas o que eu quero focar neste post são os outros cortes que muitas vezes não utilizamos e que, dependendo do preparo, podem ficar incríveis.

Cortes_Gado_Bovino

Começando então:

0) Língua: faltou ela aí no boi de cima! Língua é lindo (Oi?), é amor é paixão! Só os fortes entenderão. Já ensinei a fazê-la numa época muito, muito distante (clique aqui – ignore a qualidade das fotos)

1) Peito: gordura é mato! Mas quem não ama uma maçã de peito cozida, com vinho tinto, bastante legumes e tudo mais? Ideal também para sopas, caldos e ensopados.

3) Cupim: um dos meus cortes prediletos! Carne trabalhosa, mas se bem feita, fica show! O ideal é marinar de um dia para o outro, depois selar e cozinhar ou levar à churrasqueira embrulhada em papel celofane. Tempo de preparo beeeem longo.

cupim+ao+vinagrete+assado

O problema do cupim é encontrá-lo
Foto: Sadia

6) Músculo/ossobuco: músculo e ossobuco são cortes diferentes, mas com preparo parecidos. Músculo é só a carne que fica ótima cozida. Ossobuco é quando corta-se a carne com o osso:

ossobuco 6

Ah, meu tempo de restaurante italiano. Coisa linda!

Agora, se o seu colesterol tá lindo e você quiser desgraçar sua vida toda, surge um novo corte daí: O mocotó(tutano) do pé do boi! Todos GRITA, CHORA E ENTOPE AS VEIAS!

esq13-tutano

Tutano assado com vinagrete de língua e rúcula. Novo prato do Esquina Mocotó do Rodrigo Oliveira
Foto: Marcelo Katsuki

Chega de gordura, né? Vamos para outros cortes menos morte-lenta:

15) Maminha: bem conhecida nos rodízios da vida. Boa para churrascos, grelhada e assada.

16) Fraldinha: virou um fenômeno de vendas depois que surgiram as hamburguerias gourmets. Realmente o hambúrguer com ela fica incrível. Carne macia com um bom teor de gordura. Lá em casa, ela é sucesso de vendas assada no papel alumínio com chutney de manga, vinho tinto, frutas vermelhas, etc.

burger_fabio_moon

Um dos incríveis sanduíches do Z Deli. Fraldinha se tornou quase obrigatória nos hambúrguers.
Foto: Fábio Moon

17) Patinho: muita gente não gosta. Mas como não tem quase gordura alguma, pode ser usado para fazer picadinhos, escalopes, bife à milanesa…

20) Lagarto: carne bem magra e tenra. Ideal para rechear, assar, desfiar, fazer um falso rosbife…

21) Rabo: Extremamente saboroso! Quem não ama rabada com agrião? Deve ser cozido lentamente.

rabada-tornedor-pure-agrio-the-lab

Tornedor de rabada glaçada com purê de batata e agrião. Releitura incrível do The Lab Gastronomia do Leandro Pimenta.
Foto: Notas de Sabor

Pronto para ir ao açougue e testar novas receitas?

Abraços mugindo,

Felipe Tavares

Anúncios

8 pensamentos sobre “Dia de boi

  1. Olha, Felipe, vou te falar… Descobri esse blog por acaso! Estava procurando alguma coisa no google, caí de paraquedas e adorei! Vi alguns posts e já assinei para recebe-los por email. Devo te dar os parabéns, o blog está sempre impecável. O modo que voce explica as coisas é muito simples e sutil, facil de entender até pra quem não é do ramo, inclusive nesse post maravilhoso! Parabéns, continue assim que voce vai (mais) longe! hehe

  2. Rejane Souza disse:

    Oi Felipe, li agora o seu post e fiquei com uma dúvida. Você colocou que o lagarto redondo é utilizado para um falso rosbife, desculpe a minha ignorância, mas qual seria a carne certa para fazer rosbife? Abçs Rejane.

  3. Paula disse:

    Ri muito quando li “Todos GRITA, CHORA E ENTOPE AS VEIAS!” hahah Tirei uma parte do meu dia só pra ficar lendo o blog. Não sou da área, mas adoro ficar lendo só pq gosto do jeito como vc escreve 😛

  4. Rodrigo disse:

    Cara,

    sou um amante da culinária e aspirante a cozinheiro cabuloso. Já tinha seu blog nos meus favoritos, mas nunca tinha acessado o site. Hoje garimpei por aqui e dei umas boas risadas com seus escritos simplificados e sarcásticos. Principalmente porque sou e moro em BH, e por isso consigo entender bem seus comentários sobre lugares e neologismos. Parabéns pelo seu trabalho, realmente sensacional!

    • Rodrigo,

      Fiquei muito feliz com seu comentário! Coisas assim me motivam a investir cada vez mais no blog!

      Realmente quem é de BH, capta muito mais coisas aqui no blog! rsrs

      Abraços e obrigado pela visita e comentário!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Receba as atualizações do Indo pra Cozinha por e-mail

Junte-se a 309 outros seguidores

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: