Conhecendo a couve-rábano

8

21 de novembro de 2013 por Felipe Tavares

Uma das coisas mais legais em ser cozinheiro são os presentes que ganhamos!

Já ganhei ao longo desses anos um incrível e legítimo açafrão espanhol, páprica europeia, kit com uma paellera linda, vários livros, mudas de ervas, utensílios para cozinha, uniformes…

Mas eu tenho um primo, já até falei dele aqui, o Leo que sempre me surpreende com seus presentes. Uma vez ele mandou entregar lá em casa uma tora de um coqueiro que ele colheu e só colocou o nome  “Takenoko”. Tive que me virar para aprender a fazer.

Dia desses ele me manda um e-mail: “Felipe, plantei e colhi para você uma couve-rábano. Passe na casa da minha mãe para buscá-la o quanto antes. Escolha uma receita bem boa com ela.”

Só isso, mais nada! Suei até frio. =/

Para começar, você conhece esse monstro que é a couve-rábano? Não? Então chupa essa manga couve:

Direto da horta do Leo! Calma, ela não morde!

Direto da horta do Leo! Calma, ela não morde!

Eu também nunca tinha visto uma na vida!

Ai pesquisei, pesquisei, pesquisei…Afinal queria fazer algo digno! Não deve ser nada fácil plantar AND colher um monstro desse tamanho aí.

No primeiro preparo eu usei só as folhas:

folhas_couve_rábano

Carne de lata, folhas refogadas na banha de porco, chips de alho e dedo de moça em conserva

As folhas lembram muito uma couve! Só juntei com o porco e uma conserva de pimenta e…Ponto pra mim! =D

Hora de mexer com a cabeça do monstro:

Antes e depois

Não, não é melão!

Foi aí que a coisa ficou séria!

Como não é um vegetal muito conhecido, existem poucas receitas com ele. Aqui no Brasil então nem se fala. Encontrei muita coisa em sites gringos, mas a grande maioria só rala e serve com uma salada.

Então fiz esta belezura aqui:

Couve-rábano empanada na farinho Panko

Couve-rábano empanada na farinha Panko

Cortei metade do bulbo com o aro, temperei, passei na farinha de trigo, ovo e na Panko. Para que não conhece Panko é uma farinha de pão japonesa com mais granulação que dá um crocante inacreditável.

Com essa receita eu fui e zerei o mundo! Sério, inacreditável! O gosto lembra berinjela, couve flor e nabo. Tudo junto e misturado lindamente! Pirei no sabor! Galera lá em casa implorava por mais o tempo todo, mas eu tinha guardado a outra metade para mais uma receita.

Para isso eu chamei a parte mais criativa da minha cabeça, o chef Raphael Leroy HAHAHAH

Numa conversa de bobeira, perguntei se ele conhecia e expliquei como era o sabor e do nada ele vai e manda esta pérola de receita.

Risoto com o bulbo da couve e limão siciliano, crispy das folhas e redução de shoyo, laranja e gengibre.

Com este prato o nível já foi outro. Potência máxima!

Sabe o pior? Não tirei foto! HAHAH Sabe como é, você vai cozinhando, bebendo vinho, cozinhando, vinho, vinho, vinho…Na hora que eu vi já tinha comido e nem tirei foto! =( Desculpa Leo e leitor!

Depois desta falha inacreditável, prometo dedicar em breve, um post só para esta receita com todos os detalhes e muitas, muitas fotos!

Abraços com novos sabores,

Felipe Tavares

Anúncios

8 pensamentos sobre “Conhecendo a couve-rábano

  1. Julieta lopes disse:

    Sem palavras…Sensacional!

  2. Vânia disse:

    Meu pai fez uma plantação disso e me incumbiu de descobrir como se come. Vou tentar o “à milanesa” mas gostaria dessa receita de risoto! Obrigada

  3. Thaís disse:

    Na Alemanha chama-se Kohlrabi, e é muito comum. Tem várias receitas por aqui: http://www.chefkoch.de/rs/s0/kohlrabi/Rezepte.html

  4. diariodeprato disse:

    Olá, Felipe! Achei seu site pesquisando sobre couve-rábano e adorei ter vindo parar aqui. Moro na Holanda e recebo semanalmente um pacote de vegetais orgânicos “surpresa” (escrevo sobre eles no blog). E muitas vezes vem essas coisas que eu não sei nem o nome. rsrs. Então venho pesquisar receitas. Adorei essa com a casquinha crocante, mas como hoje estou com pressa e já está quase na hora da janta, acho que vou ter que fazer é uma salada mesmo. Fiquei de olho no risoto! Voltarei sempre. Um abraço!

    • Ei Beatriz,
      Fico muito feliz que o Indo pra Cozinha tenha chegado tão longe =D
      Realmente essa couve-rábano foi um mistério bem delicioso pra mim, espero que tenha sido um sucesso pra vc tb!
      Que beleza receber esta cesta de orgânicos, hein?!
      Adorei seu blog e suas receitas! =D
      Abs e volte sempre!

  5. Marcia Gisele disse:

    Tava pesquisando pela internet “vouve rábano e apareceu o seu post pra mim. Adorei!
    Encontrei essa novidade na feira e comprei. Adoro uma novidade.
    Vou tentar alguma coisa diferente e também testar uma de suas receitas

    Em breve posto na galeria do Instagram “menu_de_cada_dia”.

    Parabéns pelo trabalho.

    Abraços,

    Marcia Gi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Receba as atualizações do Indo pra Cozinha por e-mail

Junte-se a 309 outros seguidores

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: