Vinhos e seus nomes estranhos

1

1 de agosto de 2014 por Felipe Tavares

Acho que realmente este blog está virando um espaço para divulgar textos e experiências de profissionais e amadores da área gastronômica. =D

Desta vez quem entrou em contato comigo foi o estudante de jornalismo, Roberto Amaral, que se prontificou a fazer um texto sobre vinhos e seus nomes um tanto quanto exóticos. E, como eu adoro essa coisa de conteúdo colaborativo, troca de experiências e VINHOS, lógico que decidi publicar.

Confira ai!

Vinhos com nomes bem estranhos

Desde que comecei a me interessar por gastronomia, há muito tempo, percebi que é praticamente impossível colocar comida e vinho em universos diferentes. Você consegue imaginar um bom corte de carne com um molho esplêndido, sem um vinho à altura para acompanhar? E saborear uma massa incrível sem o rótulo apropriado? Acho bem difícil.

Pensando nisso, resolvi fazer este post para falar de vinhos e harmonização, só que de uma forma diferente. Então, hoje você vai conhecer alguns vinhos com nomes bem estranhos.

Você já ouviu falar do vinho Periquita? E do Bastardo? Quem sabe, o Chão das Rolas? Nos sites em que eu costumo comprar vinhos, vira e mexe me deparo com alguns rótulos exibindo nomes esquisitos. A parte curiosa é que bebidas com nomes mais exóticos e que remetem ao duplo sentido acabam tendo uma boa saída, exatamente por esse motivo! Principalmente, se for para presentear alguém naquele jogo de amigo secreto. Conheça agora um pouco mais sobre alguns desses vinhos:

 

do_puttoVinha do Putto

Calma lá que isso não é vinho para presentear o cunhado: em Portugal, “putto” significa “garoto”. Esse rótulo é produzido na região de Bairrada. Com cor e aroma expressivos, o sabor persiste na boca devido à fruta madura. Possui estrutura e acidez médias. É uma boa sugestão para as refeições cotidianas. Aqui, você encontra mais informações sobre isso.

 

 

vadioVadio

Produzido com a uva Baga, na região da Bairrada, esse vinho branco português tem boa acidez, que harmoniza perfeitamente com frutos do mar e queijos mais gordurosos, como o catupiry.

 

cabeça_burroCabeça de Burro

Elaborado nos melhores vinhedos da região do Douro utiliza as castas Tinta Roriz, Touriga Franca e Tinta Barroca. Muito cheiroso e equilibrado, harmoniza com pães e azeites aromatizados. Mas a pergunta é: por que esse nome, gente?!

 

 

quintaQuinta da Bichinha

Com um título também bastante sugestivo, o Quinta da Bichinha é um rótulo português de Alenquer. Aromático e de sabor persistente, harmoniza bem com pratos que forneçam equilíbrio às suas características.

 

 

Roberto Amaral, 22 anos, estudante de jornalismo e apaixonado por gastronomia. Começou a estudar vinhos para se aproximar mais da sua bebida favorita, sem curso, porém com amigos muito entendidos e livros de apoio. Gosta mesmo é de aprender na prática. E-mail:amaralr1@gmail.com

Anúncios

Um pensamento sobre “Vinhos e seus nomes estranhos

  1. Julieta disse:

    Muito interessante….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Receba as atualizações do Indo pra Cozinha por e-mail

Junte-se a 309 outros seguidores

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: