Qual o seu preço?

8

13 de novembro de 2014 por Felipe Tavares

Em um canal de TV por assinatura, o patrocinador master de todos os programas culinários é uma marca de cream cheese e “exige” que seu produto seja utilizado em quase todas as preparações, inclusive, pasmem, num risoto.

Já em outro canal, o patrocinador de um reality culinário é uma marca de carne que todos (profissionais) sabem não é lá das melhores. Consequência? Os participantes são obrigados a usar carnes e cortes pra lá de estranhos e de má qualidade.

Paralelo a isso, no Rio de Janeiro e em São Paulo, dois restaurantes mundialmente conhecidos, só servem cafés das gigantes. Contradizendo toda a história e tradição que os cafés brasileiros tem (Pausa para mandar um beijo para os produtores de café de MG).

Poderia citar mais um tanto de exemplo, assim como você de situações parecidas. Mas Felipe, você me questiona, isso só é um reflexo da máquina capitalista opressora comedora de criancinhas e de pequenos produtores ao redor do mundo!

Quem está errado e quem está certo nesta história?

Dinheiro e fama todo mundo quer. Já dizia Lana Del Rey numa música: “I want money, power and glory” E, nestes casos, não estamos falando de pouca grana não.

Nunca fiz posts patrocinados aqui no blog, mas e se eu recebesse uma proposta realmente boa financeiramente, eu faria? Mesmo não confiando na marca?

Todo mundo tem um preço e, infelizmente, nossos ídolos também. Para mim, erradas são as grandes indústrias que sabem desta variável, aproveitam e, com isso, desvirtuam técnicas, pratos, tradições e conceitos.

E aí, qual seu preço?

Abraços independentes,

Felipe Tavares

Anúncios

8 pensamentos sobre “Qual o seu preço?

  1. Concordo que as grandes empresas são erradas, mas acho que os maiores responsáveis por desvirtuar técnicas, pratos, tradições e conceitos são aqueles que se vendem fácil. Não acho errado estabelecer parcerias/relações comerciais (precisamos de dinheiro para viver! rs), mas tudo tem que ter um limite e equilíbrio, pois chega um ponto em que se perde a noção de ética, qualidade e respeito com o seu público/cliente! (abraço para todos os produtores de MG também!)

  2. Adriano Vilhena disse:

    Valeu Chefão! Sempre levantando discussões importantes…
    Grande abraço!

  3. Alguém andou vendo MasterChef… Tô de olho, hein!

  4. Edson puiati disse:

    Ohhhhhh mãe! Tá mexendo em caixa de marimbondo, cutucando a onça com vara curta! Difícil demais meu amigo, pior que isso é o tema que tenho abordado na última semana e é que irá para as bancas neste domingo, sobre o patrocínio de cardápios que é o cartão de visitas do estabelecimento. Também questiono estes patrocínios absurdos! Mas quer saber ainda acho que nesse mundo capitalista ainda reina o dinheiro! O importante é que já sabemos separar o joio do trigo! ABRS e parabéns !

    • hahah
      Chef, vc mais que eu já deve ter se deparado com situações como esta, né?
      Infelizmente o dinheiro é quem dita tudo, como nos casos do cardápio.
      Acho que está faltando é ética para muitos profissionais e estabelecimentos.
      Abs e obrigado pela visita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Receba as atualizações do Indo pra Cozinha por e-mail

Junte-se a 312 outros seguidores

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: