Tiradentes – Part 2

4

9 de setembro de 2015 por Felipe Tavares

(Para ler a primeira parte, clique aqui)

Na quinta-feira seguinte, partimos novamente para Tiradentes. Desta vez sabendo que:

A) Nosso stand foi destaque em vários jornais. Inclusive, manda um beijo aí para minhas costas e para o nosso chapista oficial, Wagner (que só não trabalhou mais que os produtores de descartáveis do evento);stand_tiradentes

B) Não existe amor em SP crise em Tiradentes “Crise, que crise?“;

C) O Festival é tipo uma revista “Caras”: aonde você olha, tem um famoso.

D) Estávamos levando o dobro da quantidade de insumos;

E) Tentar ser Anthony Bourdain e viver o “Walking Dead Tiradentes” não faz bem à saúde. (bjo, Casa da Insanidade Mental).

Desta vez o clima não era só ousadia e alegria. Todo mundo tava meio assim preocupado com o que iríamos enfrentar. Tipo o filme “300”, sabe? Seis cozinheiros enfrentando um batalhão de clientes famintos.

O Wagner tinha ficado no QG durante a semana preparando os caldos super reduzidos de frango, estávamos levando mais um cozinheiro e o restante já estava calejado com as situações do primeiro fim de semana. Não era possível que iríamos tomar mais um 7 x 1.

IMG_7430

“Preguento do Bento”: galinhada com cogumelos frescos, ovo quase perfeito e quiabos tostados.

Se antes tínhamos montado praça para uma operação de guerra, desta vez a guerra seria napoleônica: quilos e mais quilos de cebola roxa e mandioca para acompanhar a carne serenada, centenas de pacotes à vácuo com porções de arroz e frango, caixas e mais caixas de manteiga de garrafa, castanha de pequi, quiabo… Tudo era megalomaníaco.

Você está esperando eu falar que: Rá, nos ferramos, sofremos até, blá blá blá, né? hahaha Mas nada disso aconteceu.

Na noite de sexta, trabalhamos focados no que estaria por vir, o turno interminável de sábado das 11h às 0h. Por isso, quando terminamos o serviço, atravessamos a rua correndo para a Casa da Insanidade Mental não nos pegar na esquina.

No sábado, mesmo com uma leve ressaca que foi logo combatida com algumas cervejas e alguns escambos que fizemos com nossos pratos nos outros stands, fizemos mais um ótimo dia de trabalho.

E no domingo, estávamos tão lindos e belos que sobrou até tempo para tietarmos nossos ídolos e posarmos para fotos.

stand_tiradentes_2

Esq. pra direita: eu, Frederico, Chef Flávio Trombino, Fred e Tiago. Wagner tava na chapa, pra variar.

Abraços quase insanos e até ano que vem, Tiradentes!

Felipe Tavares

Anúncios

4 pensamentos sobre “Tiradentes – Part 2

  1. Silvana disse:

    Chique ter curtido tanto e ainda ter tido tempo de aproveitar. Ano que vem te espera. Beijo filho!

  2. Paula Tavares disse:

    hahahah adorei este post! C devia voltar de vez com o lbog :’) SDDS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Receba as atualizações do Indo pra Cozinha por e-mail

Junte-se a 312 outros seguidores

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: