Chefs sem cozinha

3

15 de outubro de 2015 por Felipe Tavares

Como não trabalho mais diariamente em uma cozinha, mas com eventos gastronômicos, em várias situações sou “obrigado” a invadir as cozinhas alheias.

E vou te falar uma coisa, entrar na cozinha do outro não é nada legal. A sensação que tenho várias vezes é de entrar na casa do chef, deitar na cama e, porque não, dormir com a mulher dele hahaha

Os cozinheiros te olham de uma forma que se você não tiver tomado um banho de sal grosso há pouco tempo, você não sobrevive. Você é o inimigo.

Cada cozinha tem sua peculiaridade: uma boca de fogão que só acende se você der três batidinhas, uma panela de pressão que só dá pressão se você travar o pino de um jeito inimaginável, uma sauté que solta o cabo quando você a usa…

E o restante da brigada adora ver você se fodendo essas coisas quando você invade o espaço deles. Eles ficam só esperando você encostar naquela parede que dá choque ou descer aquela rampa cheia de gordura para morrer de rir.

Mas por que tanta maldade, você deve estar se perguntando…

Olha, já tive algumas cozinhas e vou te falar: nossa cozinha tem mais valor que nossa casa. Vivemos ali a maior parte do tempo e a brigada é a nossa família. Ali é o nosso habitat natural onde você passa os fins de semana, feriados e datas comemorativas. Sua casa é só um lugar distante, uma miragem, um lugar para dormir.

Na sua cozinha é que vão acontecer as coisas mais legais do seu dia e as coisas mais tensas. Ali você pode se encontrar com seu verdadeiro “eu”: xingar, brigar, cantar e vibrar a cada prato que o cliente elogia ou quando faz um serviço perfeito. Isso sem falar nas dezenas de sentimentos que você nem sabia que tinham dentro de você e que vão brotando a cada dia.

Você sabe o porquê da frigideira de peixe ficar embaixo daquele bowl, o porquê do pote de sal e a bisnaga de azeite ficarem à sua direita e não à esquerda, o motivo de não mexer naquele fio que está ali na mesma posição há meses…

Já na sua “casa de verdade” não, você é só o(a) marido/esposa, um(a) filho(a) que faz e ajuda nas tarefas do lar e vive uma vida “normal”. Onde você colocou aquela pimenta? Você viu a manteiga? E você nem liga. Seu lugar é outro.

E quando um estranho entra na sua casa, o que você faz? Tudo isso que falei no início do texto.

Abraços sem cozinha,

Felipe Tavares

Anúncios

3 pensamentos sobre “Chefs sem cozinha

  1. Heheh… para vocês existe a Vila do Chef, um negócio único pensado exatamente para os profissionais liberais da cozinha. Traga seus eventos para cá e verá que o espírito da casa é justamente cuidar de toda a infraestrutura para que os Chefs brilhem em seus preparos. Vem!

  2. soraya Lopes disse:

    Muito legal Felipe isso é pura verdade! A cozinha é o lugar onde tudo acontece, pelo menos na nossa família não é mesmo? Amo seus posts! Continue sempre ! Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Receba as atualizações do Indo pra Cozinha por e-mail

Junte-se a 315 outros seguidores

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: